segunda-feira, 7 de março de 2011

Multicolor


As lãs são de espessuras diferentes e na maioria de qualidade duvidosa, algumas delas desfiavam-se à medida que ia crochetando (será que o termo existe?) .
Apesar de ser o ponto de croché mais básico há que fazer muito até que este saia certinho, a princípio apertava-o demasiado.



A qualidade e diferença da espessura das lã já era o suficiente para que os quadrados, apesar de terem o mesmo nº de malhas e de voltas ficarem com tamanhos diferentes, o ponto incerto também contribui para isso.


Coser têm a sua ciência e muita dificuldade também aqui apertei demasiado o ponto, o que se traduz na irregularidade das uniões, da próxima que fizer uso outra técnica.



Recusei-me, apesar de estarem irregulares e imperfeitos, a jogá-los fora ou pôr de parte este projecto. Quase compulsivamente crochetei quadrado atrás de quadrado porque queria ver até onde ia a minha persistência.



À medida que ia fazendo a R. ia dizendo que estava a ficar muito gira e como não percebe nada do assunto achava que estava perfeita. O T. perguntou para que servia e ao dizer-lhe que era uma manta para aquecer as pernas ele respondeu: Com tantos buracos????



Terminei-a com 5 voltas de "paus" que sem saber porquê, ainda, ( vou perguntar a quem percebe porque acontece isto) ficou tipo folho mas gostei do efeito e gosto muito do resultado final e, não estou sozinha, pois quem já a viu achou que estava super gira principalmente por estar irregular.

Tem 1,30m x 1,25m é pequena só dá para tapar as pernas ou, se se dobrar em triângulo dá para xaile.

Está colorida e torta/ wonky mas gosto muito e serviu para eu despertar para o mundo do croché, quero voltar a fazer estes quadrados embora da próxima vez com um pouco mais de cuidado mas, como ainda tenho imensos restos de lãs e vou aproveitá-los acho mesmo que vou continuar a fazer mantas tortas.

O que acham?

8 comentários:

  1. Está linda! Nas fotos, não se notam as imperfeições referidas, parece uma obra de arte!
    Bom trabalho!

    ResponderEliminar
  2. Obrigada Sandra.

    Elogios de gente criativa e perfeccionistas como vocês dão-me ânimo para continuar e fazer melhor.

    ResponderEliminar
  3. Parabéns, está mesmo muito linda!

    ResponderEliminar
  4. Ana, levaste-me ao imaginário de criança... ainda guardo uma cheia de buracos de traças, feita pela minha mãe! Que já não está cá para me ensinar sequer...

    ResponderEliminar